segunda-feira, 18 de junho de 2012

PRECES AOS ANJOS DA GUARDA

"Santo Anjo do Senhor meu zeloso guardador, se a ti me confiou a providência divina, sempre me rege, me guarda e me governa".

PEÇA E OBTERÁ
Por isso vos digo: Todas as coisas que vós pedirdes orando, crede que as haveis de ter, e que assim vos sucederão. (Marcos, XL:24.)

Há pessoas que contestam a eficácia da prece, entendendo que, por conhecer Deus as nossas necessidades é desnecessário expô-las a Ele. Acrescentam ainda que, tudo se encadeando no universo através de leis eternas, nossos votos não podem modificar os desígnios de Deus. 
Há leis naturais e imutáveis, sem dúvida, que Deus não pode anular segundo os caprichos de cada um. Mas daí a acreditar que todas as circunstâncias da vida estejam submetidas à fatalidade, e a distância é grande. Se assim fôsse, o homem seria apenas um instrumento. Nessa hipótese, só lhe caberia curvar a fronte antes os golpes do destino. Deus não lhe deu o entendimento e a inteligência par que ñao os utilize, a vontade para não querer, e a atividade para cair na inação. O homem sendo livre para agir, num outro sentido, seus atos têm, para ele mesmo e para os outros, consequências sobordinadas às suas decisões. O que Deus lhe concederá, se pedir com confiança, é a coragem, a paciência e a resignação. E o que ainda lhe concederá, são os meios de se livrar das dificuldades, com a ajuda das idéias que lhe serão segeridas pelos Bons Espíritos, de maneira que lhe restará o mérito da ação. Deus assiste aos que se ajudam a si mesmos, segundo a máxima: "Ajuda-te e o céu te ajudará", e não aos que tudo esperam do socorro alheio, sem usar as próprias faculdades.

SANTO AGOSTINHO

Vinde, todos vós que desejais crer: ocorrem os Espíritos celestes, e vêm anunciar-vos grandes coisas! Deus, meus filhos, abre os seus tesouros, para vos distribuir os seus benefícios. Homens incrédulos! Se sou bésseis como a fé benefica o coração, e leva a alma ao arrependimento e à prece! A prece. Ah, como são tocantes as palavras que se despredem dos lábios na hora daa prece! porque a prece é o orvalho divino, que suavisa o excessivo calor das paixões. Filha predileta da fé, leva-nos ao caminho que conduz a Deus. No recolhimento e na solidão, encontrai-vos com Deus; e para vós o mistério se desfaz, porque Êle se revela. Apóstolos do pensamento, a verdadeira vida se abre para vós! Vossa alma se liberta da matéria e se lança pelos munods infinitos e etéreos, que a pobre humanidade desconhece.
Marchai, marchai, pelos caminhos da prece, e ouvireis a voz dos Anjos! que harmonia! não são mais os ruídos confusos e as vozes gritantes da terra: são al liras dos Arcanjos, as vozes doces e meigas dos Serafins, mais leves que as brisas da manhã, quando brincam nas ramagens dos vossos arvoredos. Com que alegria então marchais! vossa linguagem terrena não poderá exprimir jamais essa ventura, que vos impregna por todos os poros, tão viva e refrescante é a fonte em que bebemos através da prece! doces vozes, inebriantes perfumes, que a alma ouve e aspira, quando se lança, pela prece, a essas esferas desconhecida e habitadas! são divinas todas as aspirações, quando livres dos desejos carnais. Vós também, como o Cristo, orai, carregando a vossa cruz para o Gólgota, para o vosso Calvário. Livai-a, e sentireis as doces emoções que lhe passavam pela alma, embora carregasse o madeiro infamante. Sim, por êle ia morrer, mas para viver a vida celestial, na morada do Pai!

PRECE AOS ANJOS GUARDIÃES

Espírito sábios e benevolentes, mensageiros de Deus, cuja missão é assistir aos homens e conduzi-los pelo bom caminho, amparai-me nas provas desta vida; dai-me a fôrça de sofrê-las sem lamentações; desviai de mim os maus pensamentos, e fazei que eu não dê acesso a nenhum dos maus Espíritos que tentariam induzir-me ao mal. Esclarecei a minha consciência sobre os meus próprios defeitos, e tirai-me dos olhos o véu do orgulho, que poderia impedir-me de percebê-los e de confessá-los a mim mesmo. Vós, sobretudo, meu Anjo Guardião, que velais mas particularmente por mim, e vós todos, Espíritos Protetores, que vos interessais por mim, fazei que eu me torne digno da vossa benevolência. Vós conheceis as minhas necessidades; que elas sejam satisfeitas segundo a vontade de Deus.


OUTRA PRECE AOS ANJOS GUARDIÃES
 
Meu Deus, permita que os Anjos Guardiães que me assistem possam ajudar-me, quando me achar em dificuldades, e amparar-me nas minhas vacilações. Senhor, que êles me inspirem a fé, a esperança e a caridade; que sejam para mim um apoio, uma esperança e uma prova de vossa misericórdia. Fazei enfim, que eu neles encontre a força que me falta nas provas da vida, e para resistir às sugestões do mal, a fé que salva e o amor que consola.


GRAÇAS POR UM FAVOR OBTIDO

Deus infinitamente bom, humildemente agradeço os benefícios que me concedestes. Eu seria indigno de vossa bondade, se os atribuísse ao acaso ou aos meus próprios méritos. Bons Espíritos, que execultastes os desígnios de Deus, e vós sobretudo, meu Anjo Guardião, aceitai o meu agradecimento. Afastai de mim idéia de orgulharme, e de aplicar o que recebi em qualquer sentido que não seja o do bem. Agradeço-vos particularmente...(citar o benefício). 


Obs: Sempre vou postar novas orações e preces aqui, volte sempre!


Nenhum comentário:

Postar um comentário